Powered by Rock Convert

Não é novidade que a economia brasileira sofreu muitas oscilações nos últimos anos, mas que também vem apresentando sólidos sinais de recuperação e boas perspectivas para um futuro próximo. Diante desse contexto, conhecer as principais tendências e previsões para o mercado imobiliário em 2020 pode ser muito interessante.

Investir no segmento, desde que sejam tomados os devidos cuidados, surge como uma ótima alternativa, pois a conjuntura se apresenta bastante favorável para você aproveitar toda a solidez e rentabilidade que esse segmento oferece. Continue lendo este conteúdo e fique por dentro desse novo panorama!

Manutenção das reduções da taxa Selic

A sigla Selic quer dizer Sistema Especial de Liquidação e Custódia e essa pode ser considerada como a nossa taxa básica de juros no Brasil, uma vez que é por meio desse índice que as instituições bancárias se balizam para cobrar as alíquotas dos clientes. Logicamente, isso influencia em todos os setores, inclusive no de imóveis.

Em linhas gerais, quando a Selic aumenta, há um reajuste no valor dos financiamentos, até mesmo porque as propriedades são bens de alto valor, que costumam ser muito sensíveis ao crédito. Os níveis baixos que estamos vivenciando, que inclusive são os menores da história, abrem margem para negociar excelentes condições com os bancos. 

Aumento da confiança na construção civil

O aumento da confiança na construção civil também é uma das principais tendências e previsões para o mercado imobiliário em 2020. Isso se deve justamente a essa conjuntura favorável na econômica brasileira e as boas perspectivas no segmento, corroboradas inclusive pela baixa na taxa Selic, como abordamos acima.

Oferta de crédito imobiliário ampliada

Outra das principais tendências e previsões para o mercado imobiliário em 2020 é que a oferta de crédito seja aumentada. Nos últimos anos, ocorreu justamente o contrário, sobretudo por conta da retração da econômica, que ampliou a insegurança de investidores e empresas.

Agora, o provável é que ocorra o oposto disso, com a redução, por exemplo, do percentual nas taxas de juros para os financiamentos imobiliários realizados por meio de recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimos (SBPE). Isso injeta dinheiro para os consumidores, o que movimenta e diminui o estoque de imóveis.

Redução da metragem de áreas internas

Nem só de mudanças econômicas e financeiras vivem as principais tendências e previsões para o mercado imobiliário em 2020. Outra situação que já vem ocorrendo e deve continuar nos próximos meses é a redução da metragem das áreas internas das propriedades, com maior valorização dos espaços comuns.

Isso quer dizer que as casas e apartamentos poderão ser menores, com plantas dinâmicas e mobília feita sob medida. Já a área externa, que pode ser usada por todos os moradores, deve ser valorizada, com a implantação de uma maior infraestrutura coletiva, com cozinhas gourmet, piscinas, quadras e assim por diante.

Como você pôde ver, existem muitas tendências e previsões para o mercado imobiliário em 2020. É bastante provável que o segmento cresça ainda mais a sua participação na economia e apresente boas oportunidades para quem deseja investir!

Gostou de conhecer as principais tendências e previsões para o mercado imobiliário em 2020? Então curta a nossa página no Instagram!