Powered by Rock Convert

Os imóveis são uma excelente forma de investimento, seja para morar, seja para aumentar a renda por meio da locação. No entanto, devido ao uso, às ações do tempo e a outros fatores, a estrutura pode apresentar desgastes. Por esse motivo, é fundamental conservar o imóvel e evitar que ele se desvalorize e tenha sua usabilidade prejudicada.

Afinal, uma casa ou um apartamento mal cuidados causam uma péssima impressão e não inspiram em ninguém a vontade de morar no local, concorda? Além disso, manter tudo em ordem é mais barato do que efetuar reparos graves. Então, separamos algumas dicas valiosas sobre como conservar o imóvel que você não pode deixar de seguir. Confira!

Cuide da pintura

A umidade, o acúmulo de poeira e os riscos acidentais danificam a pintura das paredes. Para mantê-las bonitas, o ideal é limpar regularmente. Para isso, utilize apenas água e sabão. Evite produtos à base de álcool ou outros componentes fortes, pois eles aceleram a deterioração da tinta.

Além desse cuidado, é recomendado refazer toda a pintura a cada três anos, retirando as partes descascadas e desgastadas. A pintura é uma das partes mais aparente de um imóvel, pois está em todos os cômodos. Então, é fundamental que ela esteja em perfeitas condições para valorizar o imóvel.

Faça manutenções elétricas e hidráulicas periódicas

As instalações de água e energia elétrica são as partes menos visíveis do imóvel. Entretanto, quando não cuidadas, podem causar danos sérios, cujos reparos costumam ser bastante caros. Vazamentos podem causar infiltrações que comprometem a pintura, o revestimento e a estrutura de paredes, pisos e lajes.

Por sua vez, os problemas elétricos podem ser desde aqueles mais simples, como tomadas e interruptores que não funcionam, até os mais graves, causando curto-circuitos. Portanto, faça revisões periódicas nesses dois tipos de instalações. E não se esqueça de procurar uma empresa com profissionais capacitados.

Realize a manutenção dos pisos

Outra dica para conservar o imóvel é sobre o piso. Quando bem cuidado, contribui para a boa aparência de qualquer ambiente. Limpe-o diariamente com vassoura de pelo e, sempre que necessário, água e sabão neutro. Se houver manchas difíceis, utilize uma escova de cerdas plásticas. Opte apenas por produtos específicos para o tipo de revestimento. Caso contrário, poderá manchá-lo permanentemente. Se ele estiver muito danificado, o ideal é trocar por um novo que ofereça boa qualidade, resistência e durabilidade.

Não se esqueça dos rejuntes. Além de darem um bom aspecto à residência, ajudam a evitar infiltrações. Ao menos uma vez por ano faça a limpeza com água, sabão e detergente neutro. Evite produtos com solventes e ácidos, pois podem corroer o material e causar rachaduras. Para eliminar sujeiras mais resistentes, utilize uma escova com cerdas macias.

Revise o telhado

Telhas quebradas são bastante comuns. Mas, em geral, só lembramos de trocá-las quando chove e nos deparamos com goteiras, não é mesmo? Elas podem causar estragos grandes além do incômodo no momento de chuva. Dependendo do tipo de revestimento nas paredes e pisos, pode haver o descolamento. Ou, ainda, a formação de bolhas na pintura, causadas pela infiltração. Isso sem contar os danos nos móveis. Então, se houver qualquer sinal de goteira, revise o telhado e troque as peças quebras imediatamente.

Viu como é fácil conservar um imóvel? Basta seguir as dicas acima para que ele esteja sempre bonito, evitando danos mais graves que podem gerar grandes dores de cabeça. Manter o local em perfeito estado é fundamental, tanto para quem vive nele quanto para quem pretende alugá-lo, pois ajuda a valorizá-lo nas vistorias e, desse modo, atrai mais locatários.

Gostou do nosso texto sobre como conservar o imóvel? Então, aproveite para saber mais sobre o mercado imobiliário, assinando nossa newsletter para receber as melhores publicações sobre o assunto!